3o BRAZILIAN FILM FESTIVAL OF MIAMI
21 al 29 de Maio de 1999

 

Seguindo o sucesso das edições anteriores, o Brazilian Film Festival of Miami realizou, mais uma vez, a abertura do festival na praia de Miami Beach. A noite contou com a presença de milhares de pessoas de comunidades americanas, hispânicas e brasileiras para exibição do filme "Como Ser Solteiro no Rio de Janeiro", estabelecendo uma tradição de, a cada ano, apresentar o melhor filme de público do ano anterior. Foi o ano de novas conquistas e de um novo convite: o Regal South Beach Cinema convidou o Festival para ser exibido, em 2000, em circuito comercial, na sua nova sede com 18 salas no coração de Miami Beach, na Lincoln Road. Sorte do cinema brasileiro que agora estará sendo exibido no circuito comercial norte-americano.

PROGRAMAÇÃO

21 de maio – Noite de Abertura
Solenidade de abertura, com a exibição do filme “Central do
Brasil”, de Walter Salles e coquetel para convidados.
Local: Colony Theater

22 de maio - Cinema ao ar livre
Projeção dos filme vencedor pelo júri popular do 2º Brazilian Film
Festival of Miami
: o longa “Central do Brasil”, de Walter Salles.
Local: 39th Street and Collins Ave

23 a 29 de maio - Mostra Competitiva
Exibição dos filmes em competição, seguida de debates com os
respectivos representantes.
Locais:Colony Theatre e Alliance Cinema

29 de maio - Premiação e Encerramento
- Entrega da Lente de Cristal aos melhores do BRAFF Miami na escolha
do júri oficial.
Local: Colony Theatre

Convidados Internacionais
Lois Chiles – Atriz
Reb Braddock – Escritor de roteiros para Kopelson´s Company
Jason Piette – Produtor inglês
John Mass – Produtor, diretor e roteirista norte-americano
Tom Prassas – Agente da Sony Classic Films
Karl Bardosh – Diretor e produtor de cinema – New York University
Patrícia Boero – Diretora internacional do Sundance Film Institute
Ernest Goodle – Diretor geral da Fine Art Institute

 

FILMES SELECIONADOS PARA A MOSTRA COMPETITIVA             

LONGAS-METRAGENS
Kenoma, de Eliane Caffé
Traição, de Arthur Fontes, José Henrique Fonseca e Cláudio Torres
Um Sonho no Caroço do Abacate, de Luca Amberg
O Viajante, de Paulo César Saraceni
Ação entre Amigos, de Beto Brant
La Serva Padrona, de Gianbatista Pergolesi
Amor & Cia, de Helvécio Ratton
Castro Alves – Retrato Falado do Poeta, de Silvio Tendler
Outras Estórias, de Pedro Bial
A Reunião dos Demônios, de
O Toque do Oboé, de Claudio MacDowell
A Hora Mágica, de Guilherme de Almeida Prado
No Coração dos Deuses, de Geraldo Moraes

CURTAS-METRAGENS
Clandestina Felicidade, de Marcelo Gomes e Beto Normal
Vila Isabel, de Isabel Diegues
Espantalho, de Alê Abreu
O Postal Branco, de Philippe Barcinski
O Pulso, de José Pedro Goulart
O Trabalho dos Homens, de Fernando Bonassi
Não me Condenes Antes que me Expliques, de Cristina Leal
Amassa que elas Gostam, de Fernando Coster
Tempo das Uvas, de Juarez Precioso
Novembrada, de Eduardo Paredes
Histórias de Avá – O Povo Invisível, de Bernardo Palmeiro

FILMES CONVIDADOS
Amores, de Domingos de Oliveira
O Enfermeiro, de Mauro Farias
Central do Brasil, de Walter Sales
O Menino Maluquinho, de Helvécio Ratton

VENCEDORES DA LENTE DE CRISTAL

LONGA-METRAGENS

Melhor Filme - O Toque do Oboé (de Claudio MacDowell)
Melhor Filme de Público - O Toque do Oboé
Prêmio Especial do Júri - O Viajante (de Paulo César Saraceni)
Melhor Diretor - Beto Brant (Ação entre Amigos)
Melhor Atriz - Taís Araújo (O Sonho no Caroço do Abacate)
Melhor Ator - Marco Nanini (Amor & Cia)
Melhor Atriz Coadjuvante - Maitê Proença (A Hora Mágica)
Melhor Ator Coadjuvante - José Dumont (Kenoma)
Melhor Trilha Sonora - Tavinho Moura (Amor & Cia)
Melhor Fotografia- J. B. Crèpon (A Hora Mágica)
Melhor Roteiro - Luiz Alberto de Abreu e Eliane Caffé (Kenoma)
Melhor Direção de Arte - Clóvis Bueno (Kenoma)

CURTA-METRAGENS
Melhor Filme - Clandestina Felicidade (Marcelo Gomes e Beto Normal)
Melhor Filme de Publico - Clandestina Felicidade
Melhor Diretor - Isabel Diegues (Vila Isabel)
Melhor Diretor de Arte - Alê Abreu (O Espantalho)
Melhor Roteiro - Philippe Barcinski (O Postal Branco)

PATROCÍNIOS E APOIOS

APRESENTADO POR:
Transbrasil
South exchange
Kodak motion pictures film
Baileys

PATROCÍNIO:
Miami Beach VCA, 1010-123 America Tel, Governo do Mato Grosso – Lei Estadual de Incentivo à Cultura, City of Miami Beach – Cultural Arts Council

APOIO CULTURAL
Alliance for Media Arts, General Consulate of Brazil in Miami, IFAC, Rio Filme
Chivas Regal, Quanta Iluminação, Aqui Brasil, WLRN, Shadow Lounge, Telecine
Brasserie Brickell Key, Sheraton Hotel Rio, Selecta, Florida Review, OnLine Travel & Tour, Miamigo Magazine, Videoview, Rainbow, Steak Master, The Miami Herald
El Nuevo Herald, Gazeta Mercantil, Telenotícias